Resumos 2022 – Eixo 2

Editores: Veleida Anahi Capua da Silva Charlot, Bernard Charlot & Yan Capua Charlot

2 Educação Inclusiva e Educação Especial

TÍTULO

EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ATIVIDADES LÚDICAS COM CRIANÇAS COM TEA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

INCLUSIVE EDUCATION: PLAY ACTIVITIES WITH CHILDREN WITH ASD IN CHILD EDUCATION

DATA DE SUBMISSÃO

01/09/2022 00:15:44

EIXO TEMÁTICO

2 Educação Inclusiva e Educação Especial

AUTORIA

Michele Mattos

PALAVRAS-CHAVE

TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA; ATIVIDADES SENSORIAIS; BRINCAR;

AUTISM SPECTRUM DISORDER; SENSORY ACTIVITIES; PLAY;

RESUMO

Considerando que as crianças com o Transtorno do Espectro Autista podem apresentar dificuldades em seus modos de brincar, principalmente, com atividades que envolvem o faz-de-conta, este trabalho destaca a importância de incentivar o lúdico da criança com TEA na Educação Infantil. Sob o aporte da Teoria da Defectologia, desenvolvida por Vigotski (2011), trata-se de uma pesquisa-ação que foi desenvolvida em dois Espaços de Desenvolvimento Infantil do município do Rio de Janeiro, com a participação de 4 crianças com TEA e seus professores, por meio de observação participante, entrevistas semiestruturadas e realização de atividades lúdicas. Concluímos a importância do olhar para as potencialidades e necessidades das crianças como fundamental para uma docência inclusiva.

ABSTRACT/RESUMÉ/RESUMEN

Considering that children with Autism Spectrum Disorder may have difficulties in their ways of playing, especially with activities that involve make-believe, this work highlights the importance of encouraging the playfulness of children with ASD in Early Childhood Education. Under the contribution of the Theory of Defectology, developed by Vigotski (2011), it is an action research that was developed in two Child Development Spaces in the city of Rio de Janeiro, with the participation of 4 children with ASD and their teachers, through participant observation, semi-structured interviews and performing recreational activities. We conclude the importance of looking at the potential and needs of children as fundamental for inclusive teaching.

REFERÊNCIAS

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. A defectologia e o estudo do desenvolvimento e da educação da criança anormal. Educação e Pesquisa. 2011, v. 37, n. 4. Disponível em: Acessado 1 Setembro 2022] , pp. 863-869. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/x987G8H9nDCcvTYQWfsn4kN/?lang=pt#ModalArticles Acesso em: 31 ago. 2022.

PDF 📝 | VÍDEO 📽

TÍTULO

PRÁTICAS DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA–COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM E SUCESSO ESCOLAR DE TODOS

INCLUSIVE EDUCATION PRACTICES – LEARNING COMMUNITIES AND SCHOOL SUCCESS FOR ALL

DATA DE SUBMISSÃO

18/08/2022 19:20:30

EIXO TEMÁTICO

2 Educação Inclusiva e Educação Especial

AUTORIA

Ana Sofia Clemente Gonçalves

PALAVRAS-CHAVE

EDUCAÇÃO INCLUSIVA; ESCOLA INCLUSIVA; COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM

INCLUSIVE EDUCATION; INCLUSIVE SCHOOL; LEARNING COMMUNITY

RESUMO

Hoje acredita-se que a escola foi criada não só para ensinar, mas para preparar cidadãos para a vida com o Outro, em Comunidade. A legislação portuguesa em vigor, reflete a Educação Inclusiva e a readequação de formatos, com vista ao desenvolvimento de competências académicas, potencializadoras de autonomia, adaptação e desenvolvimento pessoal e social do indivíduo. Dever-se-á assumir uma responsabilidade coletiva, trilhar caminhos futuros, para que, juntos, possamos desenvolver a Educação, enfrentando os desafios da nossa época. Coloca-se aos sistemas educativos, a obrigatoriedade de praticar princípios que lidem com a diversidade. Propõe-se estudar uma Comunidades de Aprendizagem, através das Ações Educativas de Sucesso, com uma investigação de mixed methods que repense sentidos e desafios inerentes ao conceito de Inclusão, interligando-o à Educação.

ABSTRACT/RESUMÉ/RESUMEN

Today it is believed that the school was created not only to teach, but to prepare citizens for life with the Other, in Community. The Portuguese legislation in force reflects Inclusive Education and the re-adaptation of formats, with a view to the development of academic skills, potentiating autonomy, adaptation and personal and social development of the individual. We must assume a collective responsibility, tread future paths, so that, together, we can develop Education, facing the challenges of our time. Education systems are required to practice principles that deal with diversity. It is proposed to study a Learning Communities, through Successful Educational Actions, with an investigation of mixed methods that rethink meanings and challenges inherent to the concept of Inclusion, linking it to Education.

REFERÊNCIAS

Decreto Lei nº.54/2018. Diário da República (2018). https://data.dre.pt/eli/dec-lei/54/2018/07/06/p/dre/pt/html
Serrano, J. (2005). Percursos e Práticas para uma Escola Inclusiva. Dissertação de Doutoramento] Instituto de Estudos da Criança, Universidade do Minho
UNESCO. (1994). Declaração de Salamanca: sobre princípios, políticas e práticas na área das necessidades educativas especiais. https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000139394
UNESCO, (1999), Educação – Um Tesouro a Descobrir. Delors, J. (org). Cortez Editora.
UNESCO, (2009), Conferência da Pessoa com Deficiência. https://www.unicef.org/brazil/convencao-sobre-os-direitos-das-pessoas-com-deficiencia
UNESCO, (2015). 2015 | Global Education Monitoring Report. https://www.unesco.org/gem-report/en
UNESCO, (2019), Manual para garantir inclusão e equidade na educação. https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000370508

PDF 📝 | VÍDEO 📽